Blog Oobj

Tabela CFOP atualizada: códigos adicionados

0
tabela cfop atualizada Tempo de leitura: 10 minutos

A tabela CFOP foi atualizada na versão 1.30 da Nota Técnica 2017.002, incluindo novos Códigos de Operações e de Prestações (CFOP). As mudanças estão no Ajuste SINIEF 20/19. Você pode conferir a nota técnica completa

+ Acesse aqui a Nota Técnica 2017.002 versão 1.30

Para baixar a tabela CFOP 2019 atualizada acesse:



BAIXAR TABELA CFOP




Abaixo, acompanhe a lista com os códigos incluídos.



CFOP Alterados

1.450 – SISTEMAS DE INTEGRAÇÃO E PARCERIA RURAL

Classificam-se, neste grupo, as operações e prestações de integração e parceria rural. Constitui parceria rural o contrato agrário com
cessão, por tempo determinado ou não, do uso de imóvel rural, para exercer atividade agrícola, pecuária, agroindustrial, extrativa
vegetal ou mista; e ou entrega de animais para cria, recria, invernagem, engorda ou extração de matérias primas de origem animal,
mediante partilha de riscos e frutos, produtos ou lucros havidos. Constitui integração vertical ou integração a relação contratual entre
produtores integrados e integradores que visa a planejar e a realizar a produção e a industrialização ou comercialização de matériaprima,
bens intermediários ou bens de consumo final.

  • 1.451 – Entrada de animal – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as entradas de animais pelo sistema integrado e de produção animal, para criação, recriação ou engorda, inclusive em sistema de confinamento. Também serão classificadas neste código as entradas do sistema de integração e produção animal decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 1.452 – Entrada de insumo – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as entradas de insumos pelo sistema integrado e de produção animal, para criação, recriação ou engorda, inclusive em sistema de confinamento. Também serão classificadas neste código as entradas do sistema de integração e produção animal decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 1.908 – Entrada de bem por conta de contrato de comodato ou locação: Classificam-se neste código as entradas de bens recebidos em cumprimento de contrato de comodato ou locação.
  • 1.909 – Retorno de bem remetido por conta de contrato de comodato ou locação: Classificam-se neste código as entradas de bens recebidos em devolução após cumprido o contrato de comodato ou locação.
  • 2.908 – Entrada de bem por conta de contrato de comodato ou locação: Classificam-se neste código as entradas de bens recebidos em cumprimento de contrato de comodato ou locação.
  • 2.909 – Retorno de bem remetido por conta de contrato de comodato ou locação: Classificam-se neste código as entradas de bens recebidos em devolução após cumprido o contrato de comodato ou locação


5.450 – SISTEMAS DE INTEGRAÇÃO E PARCERIA RURAL

Classificam-se, neste grupo, as operações e prestações de integração e parceria rural. Constitui parceria rural o contrato agrário com
cessão, por tempo determinado ou não, do uso de imóvel rural, para exercer atividade agrícola, pecuária, agroindustrial, extrativa
vegetal ou mista; e ou entrega de animais para cria, recria, invernagem, engorda ou extração de matérias primas de origem animal,
mediante partilha de riscos e frutos, produtos ou lucros havidos. Constitui integração vertical ou integração a relação contratual entre
produtores integrados e integradores que visa a planejar e a realizar a produção e a industrialização ou comercialização de matériaprima,
bens intermediários ou bens de consumo final.

  • 5.451 – Remessa de animal – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas referentes à remessa de animais para criação, recriação, produção ou engorda em estabelecimento de produtor no sistema integrado e de produção animal, inclusive em sistema de confinamento. Também serão classificadas neste código as remessas decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central
  • 5.908 – Remessa de bem por conta de contrato de comodato ou locação: Classificam-se neste código as remessas de bens para o cumprimento de contrato de comodato ou locação.
  • 5.909 – Retorno de bem recebido por conta de contrato de comodato ou locação: Classificam-se neste código as remessas de bens em devolução após cumprido o contrato de comodato ou locação.
  • 6.908 – Remessa de bem por conta de contrato de comodato ou locação: Classificam-se neste código as remessas de bens para o cumprimento de contrato de comodato ou locação.
  • 6.909 – Retorno de bem recebido por conta de contrato de comodato ou locação: Classificam-se neste código as remessas de bens em devolução após cumprido o contrato de comodato ou locação.


CFOP incluídos

  • 1.453 – Retorno do animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as entradas referentes ao retorno da produção, bem como de animais criados, recriados ou engordados pelo produtor no sistema integrado e de produção animal, cujas saídas tenham sido classificadas no código “5.453 – Retorno de animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural”. Também serão classificados neste código os retornos do sistema de integração e produção animal decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central
  • 1.454 – Retorno simbólico do animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as entradas referentes ao retorno simbólico da produção, bem como de animais criados, recriados ou
    engordados pelo produtor no sistema integrado e de produção animal, cujas saídas tenham sido classificadas no código “5.454 –
    Retorno simbólico de animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural”.
  • 1.455 – Retorno de insumo não utilizado na produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código os retornos de insumos não utilizados pelo produtor na criação, recriação ou engorda de animais pelo sistema integrado e de produção animal, cujas saídas tenham sido classificadas no código “5.455 – Retorno de insumos não utilizados na produção – Sistema de Integração e Parceria Rural”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 1.456 – Entrada referente a remuneração do produtor no Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as entradas da parcela da produção do produtor realizadas em sistema de integração e produção animal, quando da entrega ao integrador ou parceiro. Também serão classificadas neste código as entradas decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.


2.450 – SISTEMAS DE INTEGRAÇÃO E PARCERIA RURAL

Classificam-se, neste grupo, as operações e prestações de integração e parceria rural. Constitui parceria rural o contrato agrário com
cessão, por tempo determinado ou não, do uso de imóvel rural, para exercer atividade agrícola, pecuária, agroindustrial, extrativa
vegetal ou mista; e ou entrega de animais para cria, recria, invernagem, engorda ou extração de matérias primas de origem animal,
mediante partilha de riscos e frutos, produtos ou lucros havidos. Constitui integração vertical ou integração a relação contratual entre
produtores integrados e integradores que visa a planejar e a realizar a produção e a industrialização ou comercialização de matéria prima,
bens intermediários ou bens de consumo final.

  • 2.451 – Entrada de animal – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as entradas de animais pelo sistema integrado e de produção animal, para criação, recriação ou engorda, inclusive em sistema de confinamento. Também serão classificadas neste código as entradas do sistema de integração e produção animal decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 2.452 – Entrada de insumo – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as entradas de insumos pelo sistema integrado e de produção animal, para criação, recriação ou engorda, inclusive em sistema de confinamento. Também serão classificadas neste código as entradas do sistema de integração e produção animal decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 2.453 – Retorno do animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as entradas referentes ao retorno da produção, bem como dos de animais criados, recriados ou engordados pelo produtor no sistema integrado e de produção animal, cujas saídas tenham sido classificadas no código “5.453 -Retorno de animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural”. Também serão classificados neste código os retornos do sistema de integração e produção animal decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 2.454 – Retorno simbólico do animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as entradas referentes ao retorno simbólico da produção, bem como dos de animais criados, recriados ou engordados pelo produtor no sistema integrado e de produção animal, cujas saídas tenham sido classificadas no código “5.454 – Retorno simbólico de animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural”.
  • 2.455 – Retorno de insumo não utilizado na produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código os retornos de insumos não utilizados pelo produtor na criação, recriação ou engorda de animais pelo sistema integrado e de produção animal, cujas saídas tenham sido classificadas no código “5.455 – Retorno de insumos não utilizados na produção – Sistema de Integração e Parceria Rural”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 2.456 – Entrada referente a remuneração do produtor no Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as entradas da parcela da produção do produtor realizadas em sistema de integração e produção animal, quando da entrega ao integrador ou parceiro. Também serão classificadas neste código as entradas decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central
  • 5.452 – Remessa de insumo – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas referentes à remessa de insumos para utilização em estabelecimento de produtor no sistema integrado e de produção animal, para criação, recriação ou engorda, inclusive em sistema de confinamento. Também serão classificadas neste código as remessas decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 5.453 – Retorno de animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas referentes ao retorno da produção, bem como dos animais criados ou engordados pelo produtor no sistema integrado e de produção animal, inclusive em sistema de confinamento. Também serão classificados neste código os retornos decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 5.454 – Retorno simbólico de animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas referentes ao retorno simbólico da produção, bem como de animais criados ou engordados pelo produtor no sistema integrado e de produção animal, inclusive em sistema de confinamento.
  • 5.455 – Retorno de insumos não utilizados na produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas referentes ao retorno de insumos não utilizados em estabelecimento de produtor no sistema integrado e de produção animal, para criação, recriação ou engorda, inclusive em sistema de confinamento e nas operações entre cooperativa singular e cooperativa central
  • 5.456 – Saída referente a remuneração do produtor – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas da parcela da produção do produtor realizadas em sistema de integração e produção animal, quando da entrega ao integrador ou parceiro. Também serão classificadas neste código as saídas decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.


6.450 – SISTEMAS DE INTEGRAÇÃO E PARCERIA RURAL

Classificam-se, neste grupo, as operações e prestações de integração e parceria rural. Constitui parceria rural o contrato agrário com
cessão, por tempo determinado ou não, do uso de imóvel rural, para exercer atividade agrícola, pecuária, agroindustrial, extrativa
vegetal ou mista; e ou entrega de animais para cria, recria, invernagem, engorda ou extração de matérias primas de origem animal,
mediante partilha de riscos e frutos, produtos ou lucros havidos. Constitui integração vertical ou integração a relação contratual entre
produtores integrados e integradores que visa a planejar e a realizar a produção e a industrialização ou comercialização de matériaprima,
bens intermediários ou bens de consumo final.

  • 6.451 – Remessa de animal – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas referentes à remessa de animais para criação, recriação, produção ou engorda em estabelecimento de produtor no sistema integrado e de produção animal, inclusive em sistema de confinamento. Também serão classificadas neste código as remessas decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 6.452 – Remessa de insumo – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas referentes à remessa de insumos para utilização em estabelecimento de produtor no sistema integrado e de produção animal, para criação, recriação ou engorda, inclusive em sistema de confinamento. Também serão classificadas neste código as remessas decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 6.453 – Retorno de animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas referentes ao retorno da produção, bem como de animais criados, recriados ou engordados pelo produtor no sistema integrado e de produção animal, inclusive em sistema de confinamento. Também serão classificados neste código os retornos decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.
  • 6.454 – Retorno simbólico de animal ou da produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas referentes ao retorno simbólico da produção, bem como de animais criados ou engordados pelo produtor no sistema integrado e de produção animal, inclusive em sistema de confinamento.
  • 6.455 – Retorno de insumos não utilizados na produção – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas referentes ao retorno de insumos não utilizados em estabelecimento de produtor no sistema integrado e de produção animal, para criação, recriação ou engorda, inclusive em sistema de confinamento, e nas operações entre cooperativa singular e cooperativa central
  • 6.456 – Saída referente a remuneração do produtor – Sistema de Integração e Parceria Rural: Classificam-se neste código as saídas da parcela da produção do produtor realizadas em sistema de integração e produção animal, quando da entrega ao integrador ou parceiro. Também serão classificadas neste código as saídas decorrentes de “ato cooperativo”, inclusive as operações entre cooperativa singular e cooperativa central.”


Histórico de atualização

A tabela CFOP foi atualizada em Junho de 2019 na versão 1.20 da Nota Técnica 2017.002, incluindo novos Códigos de Operações e de Prestações (CFOP). As mudanças estão no Ajuste SINIEF 07/19. Você pode conferir a nota técnica completa clicando aqui.

  • 1.215 – Devolução de fornecimento de produção do estabelecimento de ato cooperativo: Dentro deste código estão incluídas as devoluções de fornecimentos de produtos industrializados ou que foram produzidos pelo próprio estabelecimento de cooperativa destinados a seus cooperados ou a outra cooperativa. Além disso, as saídas precisam ter sido classificadas no código 5.159 – Fornecimento de produção do estabelecimento de ato cooperativo.
  • 1.216 – Devolução de fornecimento de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros de ato cooperativo: Classificam-se neste código as devoluções de fornecimentos de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, que não tenham sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento de cooperativa, destinados a seus cooperados ou a estabelecimento de outra cooperativa, que as saídas tenham sido classificadas no código 5.160 – Fornecimento de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros de ato cooperativo.
  • 2.215 – Devolução de fornecimento de produção do estabelecimento de ato cooperativo: Neste código estão as devoluções de fornecimentos de produtos industrializados ou produzidos pelo próprio estabelecimento de cooperativa destinados a seus cooperados ou a estabelecimento de outra cooperativa, com saídas classificadas no código 6.159 – Fornecimento de produção do estabelecimento de ato cooperativo
  • 2.216 – Devolução de fornecimento de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros de ato cooperativo: Dentro deste código estão as devoluções de fornecimentos de mercadorias adquiridas ou recebidas de terceiros, que não tenham sido objeto de qualquer processo industrial no estabelecimento de cooperativa, destinados a seus cooperados ou a estabelecimento de outra cooperativa, cujas saídas tenham sido classificadas no código 6.160 – Fornecimento de mercadoria adquirida ou recebida de terceiros de ato cooperativo.
  • 5.216 – Devolução de entrada decorrente do fornecimento de produto ou mercadoria de ato cooperativo: Neste código estão classificadas as devoluções de entradas vindas de fornecimento de produtos ou mercadorias por estabelecimento de cooperativa destinados a seus cooperados ou a estabelecimento de outra cooperativa, cujo fornecimento tenha sido classificado no código 1.159 – Entrada decorrente do fornecimento de produto ou mercadoria de ato cooperativo.”;
  • 6.216 – Devolução de entrada decorrente do fornecimento de produto ou mercadoria de ato cooperativo: Por fim, neste código estão as devoluções de entradas que são de fornecimento de produtos ou mercadorias por estabelecimento de cooperativa destinados a seus cooperados ou a estabelecimento de outra cooperativa, com o fornecimento classificado no código 2.159 – Entrada decorrente do fornecimento de produto ou mercadoria de ato cooperativo.”


Baixar Tabela CFOP 2019 atualizada

A tabela pode ser baixada nos seguintes formatos:

  • Excel (XLSX) – planilha formatada com campos de filtro
  • CSV – arquivo com valores separados por vírgula
  • TXT – arquivo texto puro
  • Planilhas Google – planilha formatada online


BAIXAR TABELA CFOP



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ir para o topo