Software House: Como você gerencia as mudanças legais dos seus clientes?

3
Software Houses Mudanças Legais Tempo de leitura: 3 minutos

Para você que concluiu a migração da NFe para os seus clientes e pensava que não haveriam mudanças legais tão cedo, saiba que vem muito mais por aí

 

A virada da NFe 4.0 aconteceu em Agosto de 2018. Muitas empresas pensam que agora é só priorizar as atividades que atendem ao negócio de seus clientes. Ou então as atividades que os diferenciam dos concorrentes, podendo esquecer das mudanças legais. Mas a realidade é outra.

Há uma grande quantidade de alterações nos projetos dos Documentos Fiscais vindo nos próximos semestres e o impacto promete ser tão expressivo quanto o da migração de versão.

Abaixo falamos um pouco mais sobre como são propostas as mudanças e um pouco sobre o que está planejado para o próximo ano para a NFe.

 

Evolução do ERP/PDV seguindo a legislação

Fizemos uma pesquisa com empresas de tecnologia e identificamos que entre 60 e 70% do desenvolvimento e evolução dos softwares de ERP/PDV estão alocados para manter o faturamento funcionando. Isto é, para cumprir as Notas Técnicas e obrigações fiscais relativos aos Documentos Fiscais.

Isso mostra que a empresa tem apenas de 30% a 40% do seu tempo para atender as demandas de negócios dos seus clientes, evoluir a solução e ainda inovar (algo que mantém seu cliente fiel a sua solução).

Na última virada da NFe 3.10 para NFe 4.0, gastamos aqui na Oobj cerca de 800 horas de desenvolvimento para atender à todas as novas exigências para a versão. Esse número não leva em consideração as mudanças de versão de MDFe e CTe que ocorreram em 2017 e demandou 60% do que foi gasto com a NFe 4.0.

 

Grupo de Trabalho decide o futuro do projeto NFe

O Fisco não pára e sempre tenta melhorar a fiscalização e diminuir a possibilidade de sonegação dos contribuintes. Com isso o projeto NFe conta com muitas evoluções para continuar cumprindo o seu propósito.

Existe um grupo de trabalho que se reúne trimestralmente para definir os rumos dos projetos de Documentos Fiscais. Este grupo é formado por empresas emissoras de DFe, Software Houses e os líderes técnicos das Secretarias da Fazenda estaduais.

Seu objetivo é discutir as necessidades dos projetos, sejam elas pelo aspecto legal, de negócio ou tecnológico. Os líderes técnicos indicam o que o Fisco tem planejado para o futuro de cada projeto e as empresas e Software Houses podem pleitear alterações e sugestões neste planejamento.

 

Principais alterações para os próximos meses

A previsão do projeto NFe é que sejam lançadas pelo menos 2 novas Notas Técnicas por ano. Normalmente essa divulgação é feita nos meses de Abril e Setembro.

Para o mês de Abril de 2019, o Fisco já sinalizou as principais alterações relativas à evolução do projeto NFe: 

Para conferir mais detalhes sobre a Nota Técnica 2018.005, clique aqui.

 

Percebeu como não é tão simples? Nós da Oobj somos especialistas na mensageria de documentos fiscais. Visite nossa página para Parceiros e veja como reduzir tempo e custo no desenvolvimento através de nosso programa de parceria.

Oobj Parceiros

3 Comentários

  1. Esse blogs e muito bom…Tenho muita dúvida com relação ao Gtim…Como vai funcionar onde cadastrar entre outros…

  2. Bom material para acompanhar a evolução do projeto nfe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *