Blog Oobj

Quanto custa manter um sistema de emissão fiscal?

3
sistema de emissão Tempo de leitura: 3 minutos

Manter ou desenvolver um sistema de emissão fiscal é complexo e possui um custo considerável. Para te ajudar a entender melhor esses gastos, configuramos uma planilha para calcular valores de atividades e equipe.


ACESSAR PLANILHA




Sistema de emissão fiscal

Um software emissor de notas fiscais realiza a comunicação fiscal de empresas com a Sefaz. Assim, o emissor valida informações e envia para autorização. Mas além de todas as obrigações, é necessário que este emissor traga benefícios a sua empresa, que vão além da área fiscal. 

O emissor disponibiliza assinatura digital, validação fiscal, envio de e-mail e impressão de notas. Mas também não é só isso.



Requisitos para desenvolver/ter um sistema de emissão fiscal

Existem alguns requisitos para desenvolver um emissor de notas fiscais. Em um manual, a Sefaz estabeleceu alguns pontos essenciais a um emissor.

Já para o seu software emissor contribuir efetivamente com o seu negócio, ir além de apenas emitir documentos fiscais, ele deve possuir esses 18 itens essenciais.

Além de tudo isso, é necessário acompanhar as mudanças das Notas Técnicas, inclusão e exclusão de campos, modificações no layout, implementação de novas regras e demais obrigações fiscais de cada documento. Demandando a atualização do sistema de emissão de acordo com essas atualizações. É preciso também que as mudanças sejam adequadas com antecedência, a fim que seus clientes tenham paradas em suas operações, e até sofrendo autuação fiscal.

Outro ponto é manter a sua equipe de suporte muito bem preparada para atender problemas e dúvidas novos dos clientes, uma vez que as Notas Técnicas podem trazer mudanças complexas. Tudo isso que eu falei, leva tempo e custa caro. 

Você tem ideia de quanto a sua software house possui de custos levando em conta todos esses pontos? Utilize a Planilha de Custos para Software House e descubra. 

Nela, você consegue ter noção dos gastos de horas em atividades e custos de salários e horas extras. Ela é gratuita, acesse:


ACESSAR PLANILHA




Emissor fiscal próprio ou integração com software  especializado?

Visto isso, é possível perceber que desenvolver um bom sistema emissor é muito complexo. Optar por construir ou manter seu próprio sistema de emissão envolve principalmente tempo e um alto custo operacional de manutenção

Os custos incluem os colaboradores, como as pessoas responsáveis pelo desenvolvimento, suporte, teste, projetos, produtos etc. 

É necessário também acompanhar as mudanças da legislação, melhorar frequentemente a solução e se adaptar a todas essas modificações. 

Portanto, se o seu sistema de ERP tem uma função acessória de emissão fiscal, mas o foco do sistema é outro, chegou a hora de começar a focar no objetivo principal do seu software. Além da parte de emissão fiscal ser complexa e custar caro, seu negócio precisa entregar o melhor para o cliente. E integrar o seu software com uma API fiscal especializada na área é a solução.

Com a planilha que citamos acima, é possível analisar detalhadamente seus custos e perceber se é mais vantajoso manter/desenvolver um sistema próprio de emissão ou adquirir um software especializado. 



Integrar meu Software com Sistema de Emissão Fiscal

É possível emitir, receber e armazenar documentos fiscais com uma solução especializada integrada ao seu ERP. Garantindo todas as mudanças legais em dia e um suporte especializado na área disponível aos seus clientes 24h em todos os dias da semana. 

Se você tem um emissor próprio e não sabe se o mantém, existem outras opções para continuar emitindo os documentos fiscais. Pra você que está na dúvida se desenvolve ou não um emissor próprio, também há outros caminhos possíveis. 

Existe a possibilidade de integrar seu sistema interno a uma solução emissor especializada. Isso ocorre através de uma parceria com a Oobj. Conheça mais sobre o como isso funciona clicando aqui.


SABER MAIS


3 Comentários

  1. Achei perfeito este conteúdo, mas infelizmente tem profissional da areá de desenvolvimento que trabalha para garantir a cerveja do final de semana, desmerecendo os anos de estudo dedicado para aprender a profissão.

  2. Boa tarde!

    Preenchi os dados do formulário, mas ainda não recebi a planilha em meu email

    • Boa tarde, Marcos. Às vezes pode estar no SPAM. Vou checar direitinho e enviar diretamente para você!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ir para o topo