NFCe MS: obrigatoriedade no Mato Grosso do Sul

0
NFCe MS Tempo de leitura: 2 minutos

Confira as datas de obrigatoriedade da NFCe no MS

 

Emissão de NFCe no Mato Grosso do Sul

A emissão de Nota Fiscal eletrônica (NFCe) passa a ser totalmente obrigatória no Mato Grosso do Sul (MS), exceto para Microempreendedores individuais (MEI).

Esta obrigatoriedade se inicia em 1° de Março de 2019. Desta vez, a regra passa a valer também para aqueles contribuintes com receita bruta anual igual ou inferior a $180.000,00, referente ao ano de 2018.

Anteriormente, as receitas com valor acima de $180.000,00 já tinham a obrigatoriedade de emissão desde Setembro de 2018.

 

 

Data das obrigatoriedades da NFCe no MS

A emissão de NFCe no Mato Grosso do Sul teve início em 2017. Veja como funcionou o cronograma completo:

 

  • 01/03/ 2017 – Receita bruta anual superior a R$ 6.000.000,00 em 2016;
  • 01/09/2017 – Receita bruta anual superior a R$ 1.800.000,00 e igual ou inferior a R$ 6.000.000,00 em 2016;
  • 01/03/ 2018 – Receita bruta anual superior a R$ 600.000,00 e igual ou inferior a R$ 1.800.000, em 2017;
  • 01/09/2018 – Receita bruta anual superior a R$ 180.000,00 e igual ou inferior a R$ 600.000,00 em 2017;
  • 01/03/2019: Obrigatoriedade para empresas com faturamento bruto anual igual ou inferior a R$ 180.000,00, exceto estabelecimentos de que não sejam Micro Empreendedor (MEI).

 

Obrigatoriedades fiscais em 2019

Outros estados brasileiros estão em andamento com o seu calendário fiscal para 2019. Para conferir cada um deles, acesse o nosso artigo: Principais obrigatoriedades da NFe e NFCe em 2019

 

 

Como emitir a NFCe no Mato Grosso do Sul

Para começar a emitir a Nota Fiscal do Consumidor eletrônica, é necessário ter:

  • Inscrição Estadual em situação regular;
  • Certificado digital;
  • Computador com acesso a internet;
  • Programa emissor;
  • Impressora comum;
  • CSC – Código de Segurança do Contribuinte – emitido pelo seu estado.

 

 

Qual emissor NFCe escolher?

Primeiramente, antes de contratar um sistema emissor, você deve verificar se ele dispões de 34 funcionalidades previstas pela Sefaz. Para saber quais são uns requisitos basta acessar: O que um bom emissor NFCe precisa ter.

 

A Oobj possui todos esses requisitos e muitos outros diferenciais que facilitam seus processos fiscais. Clique aqui para conhecer o que dizem nossos clientes de NFCe.

 

Se você for proprietário (a) de um restaurante ou bar, é possível realizar a emissão da NFCe direto da máquina de pagamento com cartão. Além disso, pode imprimir a nota, gerar a pré conta e incluir o CPF tudo isso em um mesmo equipamento.

 

Para saber mais sobre o Oobj NFCe acesse:

 

CONHECER OOBJ NFCE

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *