Inovação para o seu negócio a partir do projeto NFe

0
projeto nfe e a inovação Tempo de leitura: 3 minutos

Veja ideias inovadoras construídas a partir do projeto NFe e como isso pode contribuir com seu negócio.

 

Algumas vezes, é comum pensar que inovar é produzir algo nunca construído, que irá revolucionar a área a qual você está inserido. Porém, a inovação pode vir através da melhoria de algo que já existe.

 

Os Documentos Fiscais eletrônicos (DF-e) são um exemplo de inovação trazida pelo governo com apoio da iniciativa privada que trouxe oportunidades para outros tipos de inovação à partir do projeto.

 

Inovação a partir do projeto NFe

Os Documentos Fiscais eletrônicos trouxeram uma nova forma de fiscalização, feita de forma online e em grande escala, tirando a necessidade de colocar um fiscal em cada empresa. Mas ainda há muitas formas de avançar e trazer renovação dentro dos Documentos Fiscais eletrônicos.

 

Nós vamos citar neste artigo alguns projetos inovadores que surgiram durante estes mais de 10 anos desde a primeira NF-e:

 

1 – A PLAC Fat-e

A PLAC Fat-e disponibiliza para as empresas que trabalham com antecipação de recebíveis lastreados por NFe (Duplicatas) vários serviços relacionados a verificação  da autenticidade das NFes.

Além disso, a plataforma também monitora os eventos vinculados a NFe até a liquidação da operação de crédito.

  • Saiba mais: PLAC Fat-e, a plataforma para antecipações de recebíveis

 

2 – Aplicativo Menor Preço

Aplicativo construído para consulta de preços de produto do varejo de forma online.  Dessa forma, as informações são atualizadas em tempo real toda vez que um estabelecimento realiza uma venda usando a NFC-e.

Assim, os usuários podem fazer pesquisa de preço de produtos do varejo, que foram vendidos na lojas físicas. Os estados do Paraná e Pernambuco contam com essa facilidade.

  • Saiba mais: Benefícios da NFCe para varejista e consumidor: aplicativo menor preço

Também existem maneiras online de acompanhar o preço do combustível em Goiás e Espírito Santo.

 

3 – Emissão do Cupom fiscal Eletrônico (NFC-e) usando o Próprio POS

Vários estabelecimentos comerciais já estão usando a emissão da NFC-e na própria máquina de pagamento, os chamados POS. Essa inovação traz maior agilidade no fechamento da conta e consequentemente uma melhor experiência do usuário.

Mas antes da NF-e essa possibilidade não existia, o projeto trouxe assim enorme vantagens às empresas. Exemplo disso é o Outback que está usando esta facilidade em todas as suas lojas espalhadas pelo País:

 

4 – Acompanhamento online das mercadorias em trânsito usando os eventos fiscais da NF-e.

Essa funcionalidade ajuda na gestão logística, agendamentos, recebimento físico e gestão fiscal, permitindo ganhos de produtividade em toda cadeia.

Temos na Oobj alguns cases de empresas que o seu fornecedor faz o agendamento da entrega da mercadoria de forma online, verificando a disponibilidade das docas.  Isso contribui para que o fornecedor não fique com a mercadoria parada no pátio aguardando para descarregar. Para conhecer o monitor Oobj, clique aqui.

 

monitorar nfes em tempo real

 

 

5 – Auditoria das informações de venda para gestão de verbas comerciais

Antes da NF-e, todo o processo de troca de informações entre comprador e vendedor se dava à partir de ferramentas de EDI (Enterprise Data Integration).

Mas, atualmente, é possível fazer isso de forma automática e realizar auditoria das informações fornecidas pelo elo da cadeia.  

Nós da Oobj, desenvolvemos uma solução que atende esse aspecto, ou seja, usar a NF-e para validação das vendas realizadas. Isso permitiu implementar políticas de bonificações mais justas e trouxe aumento de engajamento e vendas dos seus parceiros comerciais.

 

6 – Venda através de dispositivos móveis

A NFC-e eliminou a  necessidade da impressora fiscal e isso permitiu  a emissão da nota com o uso de dispositivos móveis. Um exemplo disso é a Paquetá Calçados, que trouxe o conceito de Loja do Futuro através dos equipamentos móveis.

Os funcionários podiam consultar preços, solicitar itens do estoque e finalizar a operação de compra, emitindo e enviando a NFC-e e para o smartphone ou e-mail do cliente. Toda esta facilidade rendeu um prêmio nacional de Inovação.

Enfim, foi citado aqui alguns casos práticos e já implementados no país que trouxeram inovação à partir do projeto NFe. Mas, mesmo que existam muitos exemplos como esses, sempre é possível continuar inovando com base no projeto DF-e. 

 

 

Como trazer inovação para o meu negócio?

Nós da Oobj estamos em constante busca de inovação na emissão, recebimento e gestão fiscal. Recentemente, participamos do projeto piloto da Nota Fiscal de Serviço eletrônica à convite da Receita Federal do Brasil.

Agora, possuímos um emissor NFSe que possibilita a gestão e centralidade nas emissões das notas de todos os municípios em um só ambiente. A solução atende mais de 1.400 prefeituras homologadas e com layout único, assim, facilita a integração com o seu sistema ERP.

Mantenha seu negócio em constante inovação com Oobj NFSe!

 

CONHECER OOBJ NFSE

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *