Sefaz divulga dados sobre o projeto NFCe, confira:

0
Dados projeto NFCe Tempo de leitura: 3 minutos

A Secretaria da Fazenda de Sergipe junto à Coordenação Técnica do ENCAT (Encontro Nacional dos Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais) divulgou um portal com dados atualizados sobre a emissão de NFCes no país.

Neste portal há vários gráficos indicando a quantidade de NFCes autorizadas por estado ou por ano, desde 2013 até agora. Também é possível ver a quantidade de emissores e como foi a evolução em cada unidade federada. Você pode filtrar por um ou vários estados ou escolher um ano em específico para ver as estatísticas sobre NFCe.

Confira algumas métricas obtidas através da análises dos gráficos. Os números foram coletados na publicação desta notícia, em Setembro de 2017.

NFCe autorizadas por ano

Neste gráfico é possível visualizar a quantidade de NFCes autorizadas de acordo com o estado. Atualmente, o estado que contém mais NFCes emitidas durante todo o período do projeto é o Paraná com quase 2 bilhões de documentos autorizados. Logo atrás vem Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Mato Grosso.


Evolução de NFCe autorizadas

Essa métrica mostra como a emissão de NFCes evoluiu de acordo com a UF durante os anos. Em 2013, no início do projeto NFCe, o Amazonas emitiu o maior número de documentos por ser um estado pioneiro. Já em 2017, o estado que mais cresceu em emissões é o Rio de Janeiro que somente no mês de Julho registra mais de 170 milhões de documentos emitidos.


Evolução de Emissores de NFCe

A quantidade de emissores de NFCe cresce bastante e chega a quase 400 mil no país inteiro. O estado que demonstra ter o maior número de contribuintes realizando vendas no varejo já no novo modelo é o Paraná com mais de 100 mil emissores credenciados.


Valor acumulado de NFCe autorizadas

O portal também apresenta dados consolidados em relação à quantidade das emissões. Até agora, em 2017, as emissões de NFCe no Brasil totalizam mais de 8 bilhões de NFCes. Em 2013, primeiro ano do projeto, a quantidade total de documentos emitidos era um pouco mais de 1 milhão. Em 2014, o valor acumulado subiu para mais que 130 milhões. No ano de 2015 o salto foi para mais que 1 bilhão. E no ano de 2016 a valor acumulado totalizou 4,5 bilhões de documentos.


Valor acumulado de emissores de NFCe

O crescimento de empresas que emitem a nota do consumidor subiu consideravelmente. Enquanto 2013 listava apenas 827 contribuintes, 2017 já contabiliza mais que 380 mil.

Confira esses e outros dados no portal da Sefaz: http://nfce.encat.org/estatisticas/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *