A importância do conhecimento de boas práticas de gerenciamento de TI

0
Tempo de leitura: 2 minutos

Gerenciar Tecnologia da Informação é mais que conhecer e se manter atualizado acerca das novas tecnologias e tendências de mercado, gerenciar de TI é administrar recursos, crescimento, metas, alinhamento estratégico com o negócio, pessoas e tudo aquilo que pode impactar no pleno funcionamento de seus serviços. Na maioria das organizações, a TI faz parte do Plano estratégico e tem metas ousadas e desafiadoras, eis que surge a pergunta, como fazer isso? Quem é responsável por manter a TI? O que usar para administrá-la? Pois bem, não adianta querer reinventar a roda e criando metodologias próprias de gerenciamento sendo que temos várias ferramentas com boas práticas de gerenciamento de TI que são adaptáveis e usadas mundialmente, dentre elas podemos citar ITIL e Cobit.

A importância de conhecer tais metodologias é essencial para o bom andamento da administração geral do ambiente de tecnologia da informação, e não deve apenas se limitar ao corpo gerencial de TI, elas devem ser de fácil acesso a todos os colaboradores para que eles possam ter a visão estratégica para o negócio da empresa. Se apenas um gerente conhecer e adaptar boas práticas de gerenciamento de TI em uma empresa, no dia que ele se ausentar não teremos ninguém com a capacidade de tocar o negócio e tempo perdido pode ser fatal. Não é de hoje que os profissionais de TI sejam eles técnicos ou gerenciais são cobrados a respeito de metodologias e novos modelos gerenciais que facilitem ou compreendam o gerenciamento de TI de acordo com as necessidades do negócio.

Conhecer a Frameworks de Gerenciamento de TI é critério de avaliação em entrevistas de emprego, os recrutadores priorizam quem tem conhecimento e experiência da área, e não importa se o profissional é da área de desenvolvimento, infraestrutura, suporte e etc. Todos devem saber boas práticas uma vez que essas áreas suportam sempre o negócio da empresa, além é claro de trazer benefícios para o crescimento institucional.

Fonte: Ceviu

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *