Validação do código GTIN é adiada para 2018, confira novos prazos:

7
cronograma código gtin Tempo de leitura: 2 minutos

O CONFAZ divulgou no dia 11 de setembro, o Ajuste SINIEF 11/17 com o novo cronograma para validação do GTIN. O código GTIN é um identificador utilizado na NFe e na NFCe que é informado nos campos cEAN (código de barras) e cEANTrib (código de barras tributável).

Anteriormente, a validação do código de barras estava prevista para 1º de setembro de 2017. Agora, as empresas ganharam um prazo maior para começar a informar o código em suas notas.

👀 [ATUALIZAÇÃO 28/06/2018] A SEFAZ divulgou uma nova versão da Nota Técnica 2017.001, a 1.30, que posterga as datas de validação do GTIN na NFe 4.0. As validações em produção foram marcadas como Implementação Futura. Leia mais nesta notícia.

 

Confira todos os prazos:

CRONOGRAMA DE VALIDAÇÃO DO CÓDIGO GTIN
Grupos Antigo cronograma Novo cronograma
Grupo CNAE 324 1º de setembro de 2017 a partir de 1º de janeiro de 2018
Grupo CNAE 121 a 122 1º de outubro de 2017 a partir de 1º de fevereiro de 2018
Grupo CNAE 211 e 212 1º de novembro de 2017 a partir de 1º de março de 2018
Grupo CNAE 261 a 323 1º de dezembro de 2017 a partir de 1º de abril de 2018
Grupo CNAE 103 a 112 1º de janeiro de 2018 a partir de 1º de maio de 2018
Grupo CNAE 011 a 102 1º de fevereiro de 2018 a partir de 1º de junho de 2018
Grupo CNAE 131 a 142 1º de março de 2018 a partir de 1º de julho de 2018
Grupo CNAE 151 a 209 1º de abril de 2018 a partir de 1º de agosto de 2018
Grupo CNAE 221 a 259 1º de maio de 2018 a partir de 1º de setembro de 2018
Grupo CNAE 491 a 662 1º de junho de 2018 a partir de 1º de outubro de 2018
Grupo CNAE 663 a 872 1º de julho de 2018 a partir de 1º de novembro de 2018
Demais grupos de CNAEs 1º de agosto de 2018 a partir de 1º de dezembro de 2018

A obrigatoriedade da validação começa em janeiro de 2018 e termina em dezembro do mesmo ano. Empresas que não se adequarem até as datas previstas poderão ter suas notas rejeitadas pelos seguintes motivos:

Fonte: CONFAZ

Dificuldades com Rejeições da Sefaz? Acesse nossa base de conhecimento e saiba como resolver os principais problemas durante a emissão de notas fiscais:  oobj.com.br/bc

7 Comentários

  1. Bom dia
    Gostaria de receber os informativos de vocês, principalmente no que se refere a GTIN, nova versão da NFe.

  2. Bom dia
    Gostaria de receber os informativos de vocês, principalmente no que se refere a GTIN, nova versão da NFe.

    estou com erro “Rejeição 888: GTIN da unidade tributável (cEANTrib) sem informação [nItem:999]”

    mas em algumas maquinas funcionam em outras não.

  3. como saber se um produto tenho que informar gtin?

    • Alessandra, olá.
      Você tem que verificar com a dona da marca se ela é filiada ao GS1 e se o produto possui o GTIN.
      Caso possua, ele desse ser informado na NFe. Caso contrário, você tem que informar o valor “SEM GTIN”.

  4. mas temos milhares de produtos de marcas diferente, como ver isso com cada uma das marcas?
    se informar sem gtin e a marcat tiver gtin passa?

    • Alessandra,
      Como a obrigação de manter o GTIN atualizado é da dona da marca, ela deve informar o código nas NFes emitidas contra sua empresa. Então é mapear esses códigos e repassar nas suas NFes.
      Sobre a validação, a Sefaz não irá verificar os códigos GTIN informados nos campos cEAN e cEANTrib em produção por enquanto. De acordo com a NT 2017.001 v1.30, o cronograma que lista os CNAEs e NCMs estão com “Implementação Futura” para a validação em produção. Logo, é provável que as NFes não sejam rejeitadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *